29 de ago de 2011

CIDADE DE COQUEIRO SECO - ALAGOAS


Coqueiro Seco é um município brasileiro do estado de Alagoas..........situado às margens da Lagoa Mundaú..............sua população estimada pelo censo 2010 é 5.523 habitantes.


A tradição oral diz que a origem do nome do município está ligada a um velho coqueiro seco............dentro de um vasto coqueiral, ponto de referência para os que passavam pela margem ocidental da Lagoa do Norte.......pescadores de outros lugares se fixaram ali devido à fertilidade da terra e à facilidade da pesca...... ali eram realizados grandes negócios e a sesta e passou a ser também um ponto de referência e de encontro atraindo os pescadores para observar os ventos, ou as marés.............o nome coqueiros seco foi estendido ao sítio e à primeira povoação que se estabeleceu ali.


Uma versão mais antiga afirma que dois mercadores se encontraram no local onde foi construído o primeiro núcleo da cidade, comerciando com os moradores que viviam esparsamente na região lagunar.........ao se despedirem, combinaram: “No próximo mês, o encontro será aqui, neste coqueiro seco”. 


A história conta que alguns anos depois chegaram à região vários missionários da ordem dos franciscanos..........se encantaram com a topografia do lugar...........que apresentava planos altos e baixos..........mudando sua denominação para Monte Santo..........acostumados com o antigo nome da cidade os habitantes ignoraram e mantiveram o nome de Coqueiro Seco.
Há relatos históricos da passagem do Imperador D. Pedro II na região..........entre o final de 1859 e início de 1860...........dentre os locais visitados por D. Pedro II está a freguesia de Coqueiro Seco e a sua igreja de belos azulejos portugueses e objetos de Relíquia Sacra.


No “Diário de Viagem a Alagoas”, do Imperador Pedro II, consta sua admiração pela beleza daquele sítio e o registro da igreja no alto com duas torres...........que possuía 12 imagens bem feitas...........principalmente as de São Francisco de Assis e de São Francisco de Paula........trabalhadas pelo mesmo escultor que fez a de São Pedro Alcântara, do convento de São Francisco, em Salvador, Bahia e que foram trazidas de lá pelo padre Bernardo José Cabral.


O único registro histórico encontrado diz respeito à construção da igreja revestida de azulejo português e um grande pátio...........que continua até hoje como a matriz da padroeira Nossa Senhora Mãe dos Homens.............construída no século XVII pelo português José Cabral.......... as torres são revestidas de cacos de louça e a parte superior do frontal de azulejos.......guarda imagem do século XVIII e exemplos de excelentes trabalhos de talha.


Outro monumento histórico que se destaca na cidade é a capela de São Pedro.........se encontra no povoado Cadoz de Nossa Senhora dos Remédios.......a capela foi restaurada pela organização Arnon de Mello.