8 de jun de 2011

UM HOMEM PRECISA VIAJAR


"Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, imagens, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu. Para um dia plantar as suas próprias árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor. E o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser. Que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver" 
Amyr Klink

Os lugares que visitamos não têm apenas arquitetura.............arte.......festas.......folclore........artesanato.........danças............gastronomia...........mas tem também a memória de seus habitantes.

.............conversando com seus habitantes............principalmente os mais antigos........ conhecemos aquilo que não esta ao alcance dos nossos olhos............as características que o distinguem..........conhecemos a identidade do lugar que estamos.

A cultura..........o conhecimento popular..........o modo de vida de seus habitantes...........isso nos faz entender melhor o ser humano.......... passamos a entender melhor culturas tão diferentes da nossa............e isso renova nossas forças e energia...............nos faz querer ser melhores a cada dia...... nos faz perceber que em qualquer lugar haverá um cenário cheio de cores novas para admirar e conhecer..........

Conhecer novos lugares é nos olharmos sob um novo ângulo.......é estarmos sempre a procura de novas sensações e experiências......... queremos por um curto espaço de tempo nos sentir parte do lugar.........conhecer outras pessoas..........sentir outros cheiros.............sabores........luzes e cores........saber como seria nossa vida se morássemos lá........... queremos fazer parte da daquela história..........

Assim ...........nos tornando a cada visita nova um pouco mais moradores do mundo.


3 comentários:

  1. Sempre senti essa premência, um formigamento que me consome na vontade de conhecer lugares e pessoas. Poucas oportunidades tive, mas o sonho está aqui, latente, pronto pra aceitar desafios, numa espécie de dormência...só esperando.Bjo
    Lindo texto!

    ResponderExcluir
  2. oi Lena..li seu novo blog!!Ficamos felizes por vcs !!! E assim vamos viajando com vcs tb!!!
    Hoje dona Shirley Avarenga faleceu.... foi muito triste ver seu Jose , com os netos e a filha na despedida ..sei que Pedro tem muito carinho por pela familia .... continuarei lendo!!!! bjus dos amigos edith-chico

    ResponderExcluir
  3. Gostei demais deste texto; até salvei para futura utilização...rsrsrs. Bom saber tudo isso, pois como pretendo viajar bastante, vou encarar minhas viagens de maneira diferente. Não importa se vou passar 1 dia ou 1 ano no lugar; o importante é conhecer o contexto: o povo, a cultura, os costumes. E isso você está fazendo muito bem!

    ResponderExcluir