21 de fev de 2011

USINA DO ANGIQUINHO – ALAGOAS


A Usina do Angiquinho .....também denominada de "Ninho da Águia.....foi a primeira hidrelétrica nordestina.......sua construção possibilitou o desenvolvimento do alto sertão de Alagoas, aproveitando a queda da Cachoeira de Paulo Afonso.........O sertão de Alagoas, precisamente a Cidade de .Pedra – hoje Delmiro Gouveia - teve energia elétrica antes mesmo de Recife em Pernambuco ........cidade considerada na época a capital do nordeste.

A Usina inaugurada em 26 de Janeiro de 1931 pelo empresário Delmiro Gouveia, tinha como objetivo fornecer energia elétrica a uma  indústria textil,  chamada  Companhia Agro Fabril Mercantil, localizada na Cidade de Pedra .....Sua energia também foi usada para alimentar uma bomba d'agua que abastecia a mesma cidade.

A Hidreletrica , está encravada no meio de um paredão de granito no Cânion do rio São Francisco......um penhasco de 84 metros de altura. Funcionou até a década de 60, gerando energia para cidade de Delmiro Gouveia e outros povoados e também manteve os primeiros acampamentos da construção do complexo de Paulo Afonso...... Está localizada no município de Delmiro Gouveia, no Estado de Alagoas fazendo divisa com Paulo Afonso na Bahia.

Esse ousado projeto que continua de pé o alto sertão alagoano, se transformou numa área de preservação cultural e pólo turístico..... hoje encanta quem a visita, seja pela antiguidade do que ainda resta dela, seja pela beleza do local,  ou pela sua interessante história contada pelos guias do local.

O patrimônio do Complexo da Usina de Angiquinho é tombado pelo Estado de Alagoas.......foi revitalizada pela Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) mas a gestão do complexo é da Fundação Delmiro Gouveia (FDG), que liderou o movimento pelo resgate do acervo.

Todos os equipamentos da hidrelétrica estão recuperados.... as casas das bombas e das máquinas – que abrigam as turbinas da primeira hidrelétrica do Nordeste........ as escadarias de metal que desce 45 metros abaixo das rochas - escadas em espiral, com plataforma para mirante......a velha casa das máquinas, que abriga os três geradores da época........ a linha férrea........ a casa onde morou o pioneiro Gouveia e a vila operária.......Aguas muito limpas mostram o fundo translúcido do Velho Chico.... pedras..... rochas.....fendas para todos os lados.

A visão é maravilhosa-  mesmo para aqueles que não se interessam muito por hidrelétricas e  historia-....... vale  a pena conhecer......ouvir a historia por guias bem preparados......ver as fotografias no prédio da sede......voltar no tempo ............

13 de fev de 2011

CÂNION DO RIO SÃO FRANCISCO

O rio São Francisco ou Velho Chico nasce no estado de Minas Gerais atravessa o estado da Bahia, faz divisa ao norte com Pernambuco e é divisa natural dos estados de Sergipe e Alagoas, deságuando no Oceano Atlântico.... atingindo 2 830 km de extensão.

O rio corta áreas influenciadas por diferentes climas, vegetações e relevos .......é utilizado com fonte hídrica para a geração de energia em cinco usinas hidrelétricas.

Nas áreas próximas às nascentes e à foz, as chuvas são relativamente abundantes....... outros pontos o clima é muito seco.

O Velho Chico percorre regiões semiáridas, com pouca chuva e afluentes temporários, mesmo assim não seca em nenhum período do ano......, seu volume é mantido por afluentes no centro do Estado de Minas Gerais.


O Canyon do São Francisco é um dos quatro canyons mais profundos do planeta.........com a construção da barragem da Usina Hidroelétrica de Xingó deu-se origem a um cânion.........formado por um vale profundo.......65 quilômetros de extensão......170 metros de profundidade e largura que varia de 50 a 300 metros .....o canyon fica na fronteira de Sergipe e da Bahia, na região da usina de Xingó

Cânion ou Canyon significa "canhão".......termo usado em geologia para designar um vale profundo com paredes abruptas em forma de penhascos, geralmente escavado por um rio.

A maior parte dos canyons originam-se por um longo e lento processo de erosão fluvial e eólica. Diferentes camadas rochosas pouco consolidadas a partir de um planalto, são erodidas lentamente por um curso de água, criando um vale.

As paredes se formam quando camadas de rochas resistentes à erosão são encontradas, de modo que a água continua escavando um vale para baixo , não afetando a rocha dura.

O Canyon do Rio São Francisco apresenta encostas com diversas formas de relevo formadas pela ação erosiva da água e dos ventos. As rochas das encostas são de granito avermelhado e cinza, chegando a medir mais de 50m de altura ..........a vegetação é de caatinga rasteira, com uma fauna rica e variada, constando inúmeras espécies de répteis, insetos e aves.


Pode-se conhecer o Cânion do Rio São Francisco do lado de Sergipe através de passeio em catamarã com saída o bar e restaurante flutuante Karranca’s........ Durante o passeio são apresentadas informações sobre o rio , e sobre as formações rochosas

Os paredões de pedra surpreendem pela altura e fazem um belo contraste ao azul das águas do velho Chico. Antigamente a média de profundidade do trecho do rio onde acontece o passeio era de 15 metros, mas com a água represada após a construção da Hidroelétrica de Xingo, essa média passou para150 metros, chegando a 160 m em alguns locais.

Perto da Gruta do Talhado, pode-se tomar banho no rio ou fazer um pequeno passeio de canoa para conhecer mais de perto as.diversas formações rochosas da gruta.

O Mirante do Talhado e região ........ será cenário da próxima novela das 18h da Rede Globo........e a primeira cena da novela será passada no município de Piranhas (AL).....outros 2 municípios que também servirão de locação é Olho D'Água do Casado(AL) e Canindé do São Francisco (SE).

9 de fev de 2011

CANAL DO SERTAO ALAGOANO

Muito se tem falado e ouvido sobre o Canal do Sertão, muitas controvérsias......

Mas o que é o canal do sertão....


As regiões do Sertão e Agreste Alagoano são caracterizadas pelas condições climáticas fortemente adversas à exploração agrícola e mesmo a vida .......as freqüentes estiagens fazem com que os habitantes da região vivam permanentemente em estado de calamidade......

O Governo de Alagoas, apresentou a concepção do Sistema Integrado de Aproveitamento dos Recursos Hídricos para o Sertão Alagoano..... esse Projeto está sendo implantado dentro de uma parceria entre o Governo Federal e o Governo do Estado de Alagoas.

O Canal do Sertão inicia-se no extremo oeste do Estado de Alagoas, próximo às divisas com os estados da Bahia e de Pernambuco, na região do Sertão, município de Delmiro Gouveia e irá até o povoado de Folha Miúda, em Arapiraca, no Agreste do Estado..........ira beneficiar com água aos núcleos urbanos e rurais ao longo de toda a extensão do canal.....e proporcionar melhores condições de vida para a população da região abrangida.


Visitando o sertão alagoano, percebi a importância do canal para essa população .....
Saindo de Maceió sentido oeste, divisa com Sergipe , Bahia e Pernambuco......................
Ate Arapiraca – cidade alagoana considerada a capital do agreste – a paisagem é de cana, pastagens, morros.-.....

Conforme avanço poucos quilômetros a frente ......a paisagem muda.......tudo passa a ficar mais seco...mais cinza......parece que o fogo tomou conta de tudo.... nos espaços secos surgem alguns cactos...........e pequenas plantações de palma - planta que armazena água em suas folhas- .......usada para dar ao gado............e aparecem pequenos arbustos verdes próprios daquela região......e muita pedra.

Nas margens da rodovia e no alto dos morros ........pequenas casas de pau a pique com cisternas para recolher a água de chuva que cai de tempos em tempos......Por toda a extensão...... rios pequenos e grandes....... totalmente secos com mato crescendo nos leitos.....pedras e areia.

Mesmo já perto do Rio São Francisco.............os rios que passam por lá estão secos .....apesar da vegetação estar mais verde.......a chuva que cai não é suficiente......
Controvérsias ou não .......politicagem ou não ......as dificuldades que a população passa nessas regiões são reais e visíveis............

4 de fev de 2011

CARUARU / FEIRAS / ALTO DO MOURA

Localizada na região do Agreste.pernambucano....é conhecida como ......Capital do Agreste......Princesinha do Agreste ........Capital do Forró.....sua população é de 314.951 habitantes –censo 2010. Tem a maior festa popular em dias consecutivos do país..........é o São João de Caruaru.........com cerca de 30 dias de festa ininterrupta. Nela também está a maior FEIRA LIVRE do mundo....que devido ao seu tamanho divide-se em vários segmentos..........Feira de Frutas e Verduras........Açougue de Carne......Mercado de Feijão e Farinha........Feira do Troca-troca.......Feira de Passarinhos........Feira de Flores........Feira de Panelas......Feira de Calçados.......Feira de Roupas......Feira de Raízes e Ervas.....Feira de Lanches......Feira do Ferro Velho.............FEIRA DA SULANCA (mais de10.000 bancas cadastradas-funcionas só as terças feiras)...... Feira do Artesanato.....Feira dos Importados – só as terças feiras........ Feira do Gado- terças –feiras. A maior feira ao ar livre do mundo inspirou o rei do baião, Luiz Gonzaga,a cantar um musica do caruaruense Onildo Almeida "De tudo que há no mundo tem na Feira de Caruaru". Não tem como descrever essa feira..........só estando lá para ver e sentir......jipão ....... carrinhos de mão......... carroças .......ônibus........caminhonetes todos carregados de fardos...... carregados de compras....... transito complicado.......muita gente..........vale a pena ir conferir........ Alto do Moura é um bairro de Caruaru........ reconhecido pela Unesco como o maior Centro de Artes Figurativas das Américas, no Alto do Moura praticamente toda casa é ateliê e todo morador é artesão........a arte do barro......passada de geração em geração.....retrata cenas do cotidiano e dos costumes do povo nordestino. Mestre Vitalino, que começou a modelar bonecos aos seis anos de idade, foi o primeiro artista da comunidade a ganhar fama nacional e internacional...... sua casa foi transformada em museu em 1971............. MUSEU MESTRE VITALINO..........o acervo é constituído pela própria edificação, em tijolos crus, que data de 1959, de objetos de uso pessoal e familiar, que retratam a vida simples do Mestre....sua família da continuidade ao trabalho que ele começou.........esse é outro lugar que vale a pena visitar......conversar com os artesãos....entrar em suas casa ateliês......e é claro comprar muitas peças.

1 de fev de 2011

MARAGOGI

O nome “Maragogi” deriva de língua tupi seiscentista falada pelos índios potiguares que habitavam o litoral norte da atual Alagoas. No século XVI aparece a grafia “mariguis”, e no século XVII os holandeses grafavam “mariguiji”. Há também a forma seiscentista “maraguí”que vem do tupi “moerú- guí- í”, que significa “rio dos mosquitos”ou dos maruins. Maragogi está localizado no meio da Costa dos Corais..... trecho do litoral nordestino entre Maceió e Recife........tem 28.746 habitantes -censo 2010. Maragogi tomou parte ativamente nas lutas contra os holandeses. No local registraram-se intensos combates .......coube aos moradores da antiga vila desarticular, por duas vezes, tentativas de desembarque holandês no local...... A tradição familiar no município é muito forte......aconteceram muitos casamentos entre primos e vários nomes foram guardados....como Lins, Vasconcelos, Buarque, Holanda, Cavalcante e Acioly.....entre outros, mantendo vivas suas raízes. O município é o segundo mais visitado depois de Maceió .... suas praias são um convite para relaxar .....águas quentes..... transparentes e calmas.........recifes e areia fina. Na maré baixa........surgem bancos de areia formando piscinas naturais nos recifes de corais.........conhecidas como Croas (5 km de distância da costa) e Galés (6 km).........como num aquário......vemos peixinhos coloridos .... A riqueza da fauna e da flora local .......a cor do mar.....a transparência das águas impressionam...... Muitas das praias são praticamente desertas.......ótimas para aqueles que querem descascar.