22 de jul de 2010

LIVROS

Outro dia, li um artigo num blog em que o autor escreve sobre quando ele começou a ler. E pensei comigo ...- quando comecei a ler???? Não tenho lembrança de quando tive meu primeiro livro, mas lembro perfeitamente de quando meu pai nos contava historias antes de dormir. A hora de dormir era a melhor parte do dia. Depois que eu e minhas irmãs deitávamos meu pai pegava o grosso livro de Monteiro Lobato – Reinações de Narizinho e lia para nós um capitulo, sempre esperávamos com euforia a noite do dia seguinte. Depois com o tempo passei a ler todos os livros de bolso do meu pai ...O Coiote, revistas, jornais e lista telefônica quando não achava mais nada. Aos domingos , íamos a casa de minha avó paterna e eu me enfurnava num quartinho cheio de gibis e só saia de lá quando me chamavam e olha lá... Não sei por que eu ficava implicada, quando minha filha na adolescência fazia a mesma coisa... Li também muitos livros proibidos para a minha idade e todos muito bem escondidos, achava com facilidade livros, acho que sentia o cheiro deles.

E VIVA OS LIVROS

Dei um tempo no blog....mas estou de volta. Depois de muito tempo voltei para a leitura, meu passatempo predileto desde que eu me entendo por gente. Comecei escutando historias....passei por Monteiro Lobato em Reinações de Narizinho e depois li todos os gibis do Tio Patinhas e companhia, também A turma da Monica. Li O Coiote e depois nem lembro mais....quantos e quantos... Lia sem parar ate de madrugada, não conseguia dormir tendo um livro com uma historia inacabada. Voltando de São Paulo para Maceió comprei dois livros no aeroporto e advinhem.....não consegui mais parar. Os dois li numa sentada, mas também já li mais dois que baixei da net.....mas nada se compara ao livro de papel,hoje como boa leitora que sou, sei que a internet pode ser ótima em muita coisa, mas o livro de papel vai continuar a ter leitores , muitos leitores ...aqueles que realmente amam a leitura e olha que são muitos.