6 de dez de 2010

NATAL NO MUNDO

As tradições natalinas são muito antigas mas não são imutáveis, elas se modificam em cada país conforme a cultura local. Alguns exemplos de como o Natal é comemorado mundo afora: A Austrália, no natal, lembra a origem britânica do país, incluindo o tradicional peru, mas por causa do calor alguns australianos comemoram o natal na praia. A África do Sul tem seu Natal durante o verão, quando as temperaturas podem passar dos 30 graus. Devido ao calor, a ceia de natal acontece em uma mesa colocada no jardim ou no quintal. Tal como na maioria dos países, tradições como árvores de natal e presentes de natal são quase obrigatórias. Na Inglaterra as tradições natalinas são levadas muito à sério, já que o país comemora o natal há mais de 1000 anos. No Iraque, onde existem poucos cristãos, a principal tradição natalina é uma leitura da bíblia feita em família. Há também o “toque da paz”, que segundo a tradição natalina do Iraque, é uma benção que as pessoas recebem de um padre. Na Rússia o natal é comemorado no dia 7 de janeiro, 13 dias depois do natal ocidental. Uma curiosidade é que, durante o regime comunista, as árvores de natal foram banidas da Rússia e substituídas por árvores de ano novo. Segundo a tradição natalina dos russos, a ceia deve ter muito mel, grãos e frutas, mas nenhuma carne. Na Finlândia há a estranha tradição natalina de freqüentar saunas na véspera de natal. Outra tradição natalina na Finlândia é visitar cemitérios para homenagear os entes falecidos. Nos países escandinavos o natal tem seu início em 13 de Dezembro, data em que se comemora o dia de Santa Luzia. Nas festividades desse dia existem tradições natalinas muito peculiares como uma procissão em que as pessoas carregam tochas acesas. Fora isto, as tradições de natal suecas são muito parecidas com as do resto do ocidente. No Japão, onde só 1% da população é cristã, o natal ganhou força graças à influência americana, depois da segunda guerra. Fonte: paginas.terra.com.br