25 de dez de 2010

HOJE É NATAL

Natal, não é apenas um acontecimento, é mais do que isto; Natal é a confirmação da minha, sua, nossa salvação. Ano Novo, é um novo ano, mas o mais importante é nos renovar todos os dias e que cada dia seja um novo dia, muito melhor do que o dia anterior. Pedro & Lena Maceió, dez 2010

19 de dez de 2010

A SAGA DE UMA VIAGEM

O interfone tocou as 22 e 20hs…..o taxi já estava esperando lá embaixo. Descemos com as malas, demos o “Feliz Natal “ do porteiro e entramos no taxi. A avenida Fernandes Lima estava com transito ,mas não como durante o dia , que é insuportável. Chegamos ao aeroporto as 23 e 15hs, pagamos para embalar a mala.......Fizemos o check-in e ficamos com a mala de mão e os dois notebooks..... Um cafezinho com pão de queijo e depois fomos para a sala de embarque para esperar o nosso vôo das 0 e 20hs....... Vôo saindo de Maceió com conexão no Rio e escala em São Paulo para chegar em Londrina as 7 e 50hs............................No Rio começou nossa saga...... Desembarcamos no Rio as 4 e 10 horas da manhã e fomos direto para a sala de embarque para a conexão São Paulo com destino Londrina que sairia as 5 horas, o vôo atrasou e só embarcamos as 6 e 20.hs ....chegamos no aeroporto de Guarulhos as 7 e 10 horas e tivemos que desembarcar porque o aeroporto de Londrina estava sem teto e o vôo não poderia continuar. Fomos orientados a pegar a bagagem e o ônibus da GOL e ir ao aeroporto de Congonhas, tentar embarcar no vôo das 10 e 50 ( se já tivesse teto em Londrina) ..... Tivemos sorte porque já estava saindo um ônibus..........horário de pico e o trajeto foi feito em 1 hora e 20 min. Em Congonhas atravessamos o aeroporto inteiro para ir ao guichê da GOL ver como faríamos ....trocamos as passagens e ainda ganhamos um vale de 30 reais para tomarmos um lanche (que a minha cara metade pediu ) e embarcamos no vôo das 12 e 30 horas.... ....no final das contas das 7hs e 50min , horário que chegaríamos em Londrina ,chegamos as 13 e 30 horas com chuva e vento frio... Nossa carona para Assis nos pegou no aeroporto e nos deixou no shopping porque ela só poderia nos trazer para Assis depois das 18 hs. No shopping sem comentários........almoçamos e fomos visitar algumas lojas para acabar de comprar alguns presentes para o natal........cansadérrimos........pés doendo ......olhos ardendo sem dormir a noite toda.........porque você sabe .....ninguém consegue dormir em avião principalmente quando o trajeto não é muito longo ......nem bem o avião decola os comissários de bordo já começam a servir os sucos e bolachas..... e depois....retirar o lixo........e com o estomago enjoado de tanto suco de laranja e bolachinha servido nos 3 vôos, fora os cafés e pão de queijo nos aeroportos.......não se dorme mesmo. E conseguimos nos perder dentro do shopping......víamos algo que interessava , não comprávamos e quando resolvíamos comprar ....perdíamos a loja. Chegamos a dar 3 voltas enormes no mesmo lugar, achando que estávamos em outro corredor. Nossa carona chegou as 6 e 40 para nos levar para Assis......direto na vó jantar.....rodoviária levar a nora para embarcar para Brasília ........para finalmente ......chegarmos em casa ........banho e cama..........meia noite........desmaiamos.

9 de dez de 2010

Arquitetura Antiga

Esta semana fui a uma festa no bairro do Jaraguá, bairro antigo que deu origem ao porto........que começou com a formação dos Trapiches – armazéns que guardavam grandes quantidades de mercadorias tanto para embarque quanto para desembarque. Sempre ando por essa região....gosto de observar as antigas construções, armazéns e casas de comercio com características do século XIX. Alguns bem destruídos outros já revitalizados. Mas o que me chamou a atenção foi o prédio em que foi a festa.....um edifício que sobreviveu ao longo de mais de um século, cento e cinqüenta anos.....impressiona suas dimensões, imponência de sua construção . O Prédio chamado de Armazém Uzina, utiliza boa parte da estrutura original.....nele está instalado o que atualmente recebe o nome de Complexo Cultural Uzina de Produção, projetado como o maior complexo de lazer, cultura e arte de Maceió......Depois da transformação para abrigar atividades culturais e espetáculos, ficou composto por cinco salas (Seresta, Campo Verde, Santa Amália, Amapá e Riachão). Além de contar com copas e cozinhas para os eventos e estruturas de palco e camarins para os shows, é 100% climatizado. Uma estrutura belíssima, mas que a maior parte da população que freqüenta suas salas, não percebe e nem dá valor.........uma pena.

6 de dez de 2010

NATAL NO MUNDO

As tradições natalinas são muito antigas mas não são imutáveis, elas se modificam em cada país conforme a cultura local. Alguns exemplos de como o Natal é comemorado mundo afora: A Austrália, no natal, lembra a origem britânica do país, incluindo o tradicional peru, mas por causa do calor alguns australianos comemoram o natal na praia. A África do Sul tem seu Natal durante o verão, quando as temperaturas podem passar dos 30 graus. Devido ao calor, a ceia de natal acontece em uma mesa colocada no jardim ou no quintal. Tal como na maioria dos países, tradições como árvores de natal e presentes de natal são quase obrigatórias. Na Inglaterra as tradições natalinas são levadas muito à sério, já que o país comemora o natal há mais de 1000 anos. No Iraque, onde existem poucos cristãos, a principal tradição natalina é uma leitura da bíblia feita em família. Há também o “toque da paz”, que segundo a tradição natalina do Iraque, é uma benção que as pessoas recebem de um padre. Na Rússia o natal é comemorado no dia 7 de janeiro, 13 dias depois do natal ocidental. Uma curiosidade é que, durante o regime comunista, as árvores de natal foram banidas da Rússia e substituídas por árvores de ano novo. Segundo a tradição natalina dos russos, a ceia deve ter muito mel, grãos e frutas, mas nenhuma carne. Na Finlândia há a estranha tradição natalina de freqüentar saunas na véspera de natal. Outra tradição natalina na Finlândia é visitar cemitérios para homenagear os entes falecidos. Nos países escandinavos o natal tem seu início em 13 de Dezembro, data em que se comemora o dia de Santa Luzia. Nas festividades desse dia existem tradições natalinas muito peculiares como uma procissão em que as pessoas carregam tochas acesas. Fora isto, as tradições de natal suecas são muito parecidas com as do resto do ocidente. No Japão, onde só 1% da população é cristã, o natal ganhou força graças à influência americana, depois da segunda guerra. Fonte: paginas.terra.com.br