25 de dez de 2010

HOJE É NATAL

Natal, não é apenas um acontecimento, é mais do que isto; Natal é a confirmação da minha, sua, nossa salvação. Ano Novo, é um novo ano, mas o mais importante é nos renovar todos os dias e que cada dia seja um novo dia, muito melhor do que o dia anterior. Pedro & Lena Maceió, dez 2010

19 de dez de 2010

A SAGA DE UMA VIAGEM

O interfone tocou as 22 e 20hs…..o taxi já estava esperando lá embaixo. Descemos com as malas, demos o “Feliz Natal “ do porteiro e entramos no taxi. A avenida Fernandes Lima estava com transito ,mas não como durante o dia , que é insuportável. Chegamos ao aeroporto as 23 e 15hs, pagamos para embalar a mala.......Fizemos o check-in e ficamos com a mala de mão e os dois notebooks..... Um cafezinho com pão de queijo e depois fomos para a sala de embarque para esperar o nosso vôo das 0 e 20hs....... Vôo saindo de Maceió com conexão no Rio e escala em São Paulo para chegar em Londrina as 7 e 50hs............................No Rio começou nossa saga...... Desembarcamos no Rio as 4 e 10 horas da manhã e fomos direto para a sala de embarque para a conexão São Paulo com destino Londrina que sairia as 5 horas, o vôo atrasou e só embarcamos as 6 e 20.hs ....chegamos no aeroporto de Guarulhos as 7 e 10 horas e tivemos que desembarcar porque o aeroporto de Londrina estava sem teto e o vôo não poderia continuar. Fomos orientados a pegar a bagagem e o ônibus da GOL e ir ao aeroporto de Congonhas, tentar embarcar no vôo das 10 e 50 ( se já tivesse teto em Londrina) ..... Tivemos sorte porque já estava saindo um ônibus..........horário de pico e o trajeto foi feito em 1 hora e 20 min. Em Congonhas atravessamos o aeroporto inteiro para ir ao guichê da GOL ver como faríamos ....trocamos as passagens e ainda ganhamos um vale de 30 reais para tomarmos um lanche (que a minha cara metade pediu ) e embarcamos no vôo das 12 e 30 horas.... ....no final das contas das 7hs e 50min , horário que chegaríamos em Londrina ,chegamos as 13 e 30 horas com chuva e vento frio... Nossa carona para Assis nos pegou no aeroporto e nos deixou no shopping porque ela só poderia nos trazer para Assis depois das 18 hs. No shopping sem comentários........almoçamos e fomos visitar algumas lojas para acabar de comprar alguns presentes para o natal........cansadérrimos........pés doendo ......olhos ardendo sem dormir a noite toda.........porque você sabe .....ninguém consegue dormir em avião principalmente quando o trajeto não é muito longo ......nem bem o avião decola os comissários de bordo já começam a servir os sucos e bolachas..... e depois....retirar o lixo........e com o estomago enjoado de tanto suco de laranja e bolachinha servido nos 3 vôos, fora os cafés e pão de queijo nos aeroportos.......não se dorme mesmo. E conseguimos nos perder dentro do shopping......víamos algo que interessava , não comprávamos e quando resolvíamos comprar ....perdíamos a loja. Chegamos a dar 3 voltas enormes no mesmo lugar, achando que estávamos em outro corredor. Nossa carona chegou as 6 e 40 para nos levar para Assis......direto na vó jantar.....rodoviária levar a nora para embarcar para Brasília ........para finalmente ......chegarmos em casa ........banho e cama..........meia noite........desmaiamos.

9 de dez de 2010

Arquitetura Antiga

Esta semana fui a uma festa no bairro do Jaraguá, bairro antigo que deu origem ao porto........que começou com a formação dos Trapiches – armazéns que guardavam grandes quantidades de mercadorias tanto para embarque quanto para desembarque. Sempre ando por essa região....gosto de observar as antigas construções, armazéns e casas de comercio com características do século XIX. Alguns bem destruídos outros já revitalizados. Mas o que me chamou a atenção foi o prédio em que foi a festa.....um edifício que sobreviveu ao longo de mais de um século, cento e cinqüenta anos.....impressiona suas dimensões, imponência de sua construção . O Prédio chamado de Armazém Uzina, utiliza boa parte da estrutura original.....nele está instalado o que atualmente recebe o nome de Complexo Cultural Uzina de Produção, projetado como o maior complexo de lazer, cultura e arte de Maceió......Depois da transformação para abrigar atividades culturais e espetáculos, ficou composto por cinco salas (Seresta, Campo Verde, Santa Amália, Amapá e Riachão). Além de contar com copas e cozinhas para os eventos e estruturas de palco e camarins para os shows, é 100% climatizado. Uma estrutura belíssima, mas que a maior parte da população que freqüenta suas salas, não percebe e nem dá valor.........uma pena.

6 de dez de 2010

NATAL NO MUNDO

As tradições natalinas são muito antigas mas não são imutáveis, elas se modificam em cada país conforme a cultura local. Alguns exemplos de como o Natal é comemorado mundo afora: A Austrália, no natal, lembra a origem britânica do país, incluindo o tradicional peru, mas por causa do calor alguns australianos comemoram o natal na praia. A África do Sul tem seu Natal durante o verão, quando as temperaturas podem passar dos 30 graus. Devido ao calor, a ceia de natal acontece em uma mesa colocada no jardim ou no quintal. Tal como na maioria dos países, tradições como árvores de natal e presentes de natal são quase obrigatórias. Na Inglaterra as tradições natalinas são levadas muito à sério, já que o país comemora o natal há mais de 1000 anos. No Iraque, onde existem poucos cristãos, a principal tradição natalina é uma leitura da bíblia feita em família. Há também o “toque da paz”, que segundo a tradição natalina do Iraque, é uma benção que as pessoas recebem de um padre. Na Rússia o natal é comemorado no dia 7 de janeiro, 13 dias depois do natal ocidental. Uma curiosidade é que, durante o regime comunista, as árvores de natal foram banidas da Rússia e substituídas por árvores de ano novo. Segundo a tradição natalina dos russos, a ceia deve ter muito mel, grãos e frutas, mas nenhuma carne. Na Finlândia há a estranha tradição natalina de freqüentar saunas na véspera de natal. Outra tradição natalina na Finlândia é visitar cemitérios para homenagear os entes falecidos. Nos países escandinavos o natal tem seu início em 13 de Dezembro, data em que se comemora o dia de Santa Luzia. Nas festividades desse dia existem tradições natalinas muito peculiares como uma procissão em que as pessoas carregam tochas acesas. Fora isto, as tradições de natal suecas são muito parecidas com as do resto do ocidente. No Japão, onde só 1% da população é cristã, o natal ganhou força graças à influência americana, depois da segunda guerra. Fonte: paginas.terra.com.br

26 de nov de 2010

MACEIÓ JAZZ FESTIVAL

Ontem foi a abertura do 6º festival de Jazz de Maceió O após 11 anos de espera. Maceió Jazz nasceu no ano de 1995 e foi palco de apresentações de artistas locais, nacionais e internacionais e a quinta ediçao foi em 1999 , oferecendo ao público 56 atrações locais, nacionais e internacionais e levou cerca de 53 mil pessoas ao palco montado à beira mar, na praia da Pajuçara. Agora em 2010 a 6º edição do evento tem foco exclusivo na música instrumental, está mostrando ao público 4 atrações nacionais de grande expressão dentro do cenário da música mundial e 10 dos mais importantes grupos alagoanos da atualidade. O palco está montado na Praça Multieventos da Pajuçara, e o festival começou ontem dia 25 vai até o dia 27 de novembro. Ontem foi a apresentaçao de Almir Medeiros, Toni Augusto e Leo Gandelman. Ótimo espetáculo ,muito bom e bem montado; palco, iluminação, som, cadeiras e bares no espaço, lotado de pessoas de todas as idades. Valeu a pena, hoje estaremos lá novamente.

15 de nov de 2010

ARRECIFES OU RECIFES (TANTO FAZ)

Ambas as formas são corretas, embora a normalmente usada seja recife, inclusive pela ciência da geografia. A palavra arrecife é mais usada em textos e crônicas de literatura, dando uma ênfase poética. Arrecife ou recife é uma formação rochosa submersa logo abaixo da superfície de águas oceânicas, normalmente próxima à costa e em áreas de pouca profundidade. Uma das maiores formações de corais está localizada na praia de Barra de São Miguel, paralela a costa e formando uma das maiores piscinas naturais . Barra de São Miguel possui uma extensa barreira de recifes, que, na maré baixa, amansa o mar, formando uma enorme piscina natural de águas calmas, cristalinas e azuis. Durante a maré alta e no trecho esquerdo da praia, onde não existe a proteção dos arrecifes, as ondas fortes são propícias à prática de surfe. Do outro lado da barra, margeando a faixa de areia, a Lagoa do Roteiro tem um vasto manguezal intocado. Do Mirante Alto de Santana, é possível ver o magnífico cenário de Barra de São Miguel, onde sobressai o intenso azul do oceano, junto à barra ornamentada por coqueirais plantados em toda a orla, até Maceió. Ontem fomos com uma amiga a Barra de São Miguel, fizemos um passeio de barco pelas piscinas naturais e depois praia do Gunga, por mar. Foi muito bom, céu limpo e sol forte , pagamos 30 reais por pessoa e o piloto nos levou nas piscinas, uma só de arrecife e outra de um banco de areia, depois nos deixou na praia do Gunga. Até que a praia não estava tão cheia, mesmo sendo feriado. Tomamos banho de mar e rio e voltamos com o mesmo barco 14 horas , marcamos e o piloto foi nos buscar. Passeio muito agradável e bonito valeu a pena......vamos tentar marcar esse passeio com nossos filhos na véspera de ano novo , só que andando mais de barco e parando em outros lugares também.

9 de nov de 2010

PERIPECIAS NO FERIADO

Segunda que vem tem mais feriado, mas.....no feriado passado....., num dia....saímos pra caminhar aqui na praia, mas estava muito sujo, então voltamos para o apartamento e fomos para a Praia do Frances.....caminhamos ,observamos o mar...limpo , água muito boa com muitas ondas, espuma branquinha, mas um pouco frio, mas nada que lembre as praias do sudeste e sul nesta época do ano. A noite um família conhecida nossa de Prudente ligou e perguntou se não poderíamos mostrar as praias para eles...então..... no domingo de manha....dia de eleição ....saímos de casa antes das oito horas e fomos votar no bairro do Farol, um pouco longe daqui....depois fomos até o Barro Duro buscar nossos amigos para passeio. Primeiro a praia do Gunga e no mirante, mas só olhamos e não ficamos lá...depois fomos na Praia do Frances...ai ficamos pra almoçar e pegar um mar.....muito bom, muita gente da CVC e muitos argentinos....de lá fomos pra Massaguera , por do sol maravilhoso....Chegamos em casa já era noite. Segunda, fomos para Barra de São Miguel, litoral sul, cidade conhecida como o Guarujá do estado de São Paulo, fomos almoçar com amigos, casas muito boas....mansões mesmo....Tereza Collor, Fernando Collor.Ronaldo Lessa, Teotônio Vilela e muito mais....para variar.... chegamos em casa de novo a noite. Terça feira.... merecido descanso , ficamos em casa mesmo, fazendo nada.... Sábado agora saímos de manha para caminhar na praia .....como saímos cedo ...bem antes do almoço estávamos em casa......banho e fomos no Mercado de Produção.....aquele que toda visita vai e sai pensando que nunca mais vai comer nada na praia..... Meu caríssimo marido queria comprar coco verde e aipim.....mesmo já sendo tarde o mercado ainda estava aberto, achamos o aipim e depois compramos nada menos que 11 cocos verde ....exagero eu sei, mas............., em casa abrimos todos, mesmo porque não teria lugar no apartamento PA ra guardar tudo....já tínhamos guardado varias embalagens vazias de suco e enchemos todas..... Depois de comprar tudo fomos na Galeteria Caruaru.....simples mas muito bom.....galeto pequeno aberto desossado......., tempero no ponto, bem assado mas suculento. Domingo não saimos, fizemos almoço em casa e chamamos nossos amigos para passarem o dia conosco....foi muito bom.

30 de out de 2010

Maceió não é tão novafase assim.....

Depois de algum tempo afastada.......cheguei a conclusão que Maceió não é tão novafase assim.... Já andamos por muitos lugares, conhecemos muita coisa.....falta conhecer outras, mas....agora, mais longe, é preciso oportunidade......tempo...... Recebemos muitas visitas de família, amigos, conhecidos e outros nem tão conhecidos assim....mas uma benção na nossa vida. Fizemos muitos amigos....saimos junto.....curtimos.... Participamos da vida da cidade.... Tambem encontramos pessoas na cidade que não esperávamos encontrar......que não imaginávamos que estivessem passeando por aqui....e sem esperar nos esbarramos.... Tiramos muitas fotos.....muitas mesmo, umas boas, outras ruins, mas não perdemos nenhum momento ...... Conhecemos as deficiencias da cidade e também suas coisas boas, participamos do momento politico de Alagoas, vendo e ouvido sobre seus candidatos ao governo....e ouvimos as opiniões da população.... Vimos ao vivo e pela TV local, os estragos das inundações, que ocorreram no interior do estado.... Tomamos muito sol e nadamos num mar verde trasparente, sensação maravilhosa sentir a brisa do mar no rosto..... Vimos paisagens belíssimas, que só Deus pode fazer....Mas também, vimos a mão do homem estragando e deteriorando essa mesma paisagem..... Participamos de um Encontro de Mulheres e Homens em Campina Grande na Paraíba, recebemos de Deus alimento espiritual......tão importante para a nossa qualidade de vida.... E assim sem mais nem menos .....o ano entra em sua fase final....praticamente já é novembro....logo chega o natal ..... Depois um novo ano.....Onde será que vai ser a nossa Nova Fase?

6 de out de 2010

RECEITINHAS DE CAFÉ

Winter magic coffee Ingredientes • 1 colher de chá de creme de avelã (Nutella) • 1 colher de chá de mel • um pouco de gengibre • um pouco de cardamomo • Espresso forte • leite Preparação Junte 1 colher de chá de creme de avelã (Nutella) e 1 colher de chá de mel, um pouco de gengibre e de cardamomo e mexa até ficar cremoso, depois, verta numa chávena. Junte um Espresso forte e uma camada de leite vaporizado, como num Cappuccino. Dilua um pouco de creme de avelã com o Espresso. Em seguida, junte esta mistura à camada de leite vaporizado como decoração. Mexa bem e beba.

VOCE SABE COMO PREPARAR UM BOM CAFÉ?

Quanto melhor o café, maior é a extração e melhor o sabor da bebida. Veja a data de fabricação do café. Café recém torrado tem mais sabor. O café moído se deteriora facilmente em função do ar, da umidade, do calor, do tempo e do contato com odores estranhos. Por isso ele deve ficar acondicionado sempre distante desses riscos. Guarde o café não utilizado em um recepiente com boa vedação, na geladeira. A água utilizada deve ser pura e limpa. Utilize sempre água filtrada ou mineral na preparação do café. Prepare somente a quantidade de bebida que vai ser consumida imediatamente ou, no máximo, durante a hora seguinte. O tempo de contato entre água e café deve ser: Para moagem fina - até 4 minutos Para moagem média - de 4 a 6 minutos Para moagem grossa - de 6 a 9 minutos Este tempo varia conforme o equipamento e a preferência pessoal. Use a medida correta. Utilize de 80 a 100 gramas de pó (aproximadamente 5 a 6 colheres de sopa) para 1 litro de água. Se a bebida resultar sem sabor, aumente a quantidade de café. Se ela ficar amarga, áspera ou desagradável, diminua o tempo de contato da água com o café, diminuindo a quantidade do pó. A água utilizada deve ser apenas aquecida - não pode ferver, pois a perda de oxigênio altera a acidez do café. A temperatura ideal de preparo é próxima dos 90oC. Pelo pó de café deve passar somente água quente, jamais a bebida. A recirculação torna a bebida muito amarga, áspera e desagradável. O café usado (café esgotado, borra) é o pior inimigo do sabor, aroma, da cafeteira e da sua saúde. Jogue-o fora. Nunca o reutilize, sequer misturando-o ao café fresco. Para garantir a qualidade ideal, o café já usado e a bebida preparada devem ficar sempre separados. Deguste com prazer uma bebida fresca, um café preparado na hora, ou o mais recente possível. A característica da bebida café é a de ir deteriorando-se lentamente e, por isso, um café preparado há mais tempo não tem o mesmo sabor agradável de um café fresco. Beba o café em xícaras de porcelana. O sabor fica destacado e a temperatura constante. No caso do uso de garrafas térmicas, estas devem ser muito limpas e de uso exclusivo do café. Nunca prepare ou armazene a bebida já adoçada porque se formará uma crosta de caramelo de mal sabor nas paredes do recipiente

21 de set de 2010

FALESIA DA PRAIA DO GUNGA

Fizemos um passeio diferente neste domingo..... Praia do Gunga e fomos de bugue nas falésias do Gunga......lindo....praia deserta....esculturas nas falésias feitas pela chuva e vento....o mar mesmo na maré cheia não bate nelas. Nas falésias do Guga tem a foz de um pequeno rio....infelizmente suas margens estavam cheias de lixo que desceu por ele na época das enchentes no interior do estado, mas suas águas estavam limpas e cheias de cardumes.... Muito sol, águas verdes e transparentes e um pouco frias....mar agitado e perigoso...passamos um dia muito bom. Fotos estao no orkut.

7 de set de 2010

OLINDA

Olinda é uma cidade linda, parece que a gente volta no tempo quando esta lá. Tem uma população de 367.902 habitantes, sendo 8.447,81 pessoas por quilômetro quadrado. Possui uma área urbanizada de 36,73 km², correspondente a 98% do município, o que faz dela uma cidade eminentemente urbana. Conta-se que o nome Olinda foi dado a partir de uma frase dita por Duarte Coelho: “Ó linda situação para se construir uma vila”, em 1537, já estava elevado à categoria de vila. Em 1631, os holandeses incendeiam Olinda, após retirar os materiais nobres das edificações para construir suas casas no Recife, depois que os holandeses foram expulsos iniciou-se a lenta reconstrução da Vila de Olinda. A cidade tem um traçado irregular, de influência medieval, adaptando-se de forma orgânica às curvas do terreno e sendo influenciada pela arquitetura religiosa. Entre as construções existentes atualmente, se destacam a Catedral de Olinda, o Mosteiro de São Bento, o Convento de São Francisco, com a Igreja de Nossa Senhora das Neves, e a Igreja de Nossa Senhora do Carmo, entre outras. A arquitetura civil, ao contrário da religiosa, é simples perto da de outras cidades brasileiras da época. Recebeu influência da arquitetura portuguesa, como construções com sacada em pedra ou madeira, fachadas contíguas e grandes quintais, adaptada ao clima tropical do local. Quase um terço da área total do município é tombado pelo patrimônio histórico. A preservação começou na década de 1930, e a partir daí foram promovidas várias ações no sentido de preservar todo o patrimônio histórico, cultural e arquitetônico do município. O sítio foi declarado, em 1980, Monumento Nacional, pelo Congresso Nacional, e, em 1982, reconhecido como patrimônio mundial pela UNESCO. Olinda se despede da MIMO A Mostra Internacional de Música em Olinda (MIMO) nasceu em Olinda, que empresta suas igrejas, monumentos históricos e preservados, para concertos memoráveis. Ambiente ideal para a música instrumental, que ajuda a traçar para o festival um perfil singular de promover o encontro entre o erudito, o tradicional e o popular. Inteiramente gratuita, a Mostra recebeu este ano cerca de 500 músicos em 39 concertos . .

RECIFE

Aproveitamos o feriado prolongado para conhecer Recife e Olinda e comemorar o meu aniversario. Recife foi fundada em 1537, é a mais antiga das capitais brasileiras. Com uma população de 1.533.000 habitantes, dados de 2007 (IBGE), a população está dividida em 94 bairros e o índice de pobreza chega a quase 40% . Recife é uma cidade de contrastes, onde o antigo, legado português e holandês do tempo do Brasil Colonial, une-se às modernas construções. Muitos sobrados foram recuperados utilizando o contraste das cores para destacar os detalhes da arquitetura eclética do século 19, até então escondida por trás de fachadas descaracterizadas ou arruinadas. Foi realizada a prospecção (corte estratigráfico de camadas de tinta) para conhecer as camadas de pinturas originais. Descobriram que os tons de cinza predominavam, provavelmente por falta de pigmentos na época da construção dos sobrados. Mesmo sem refletir as pinturas originais, o colorido das fachadas termina por combinar com a profusão de estilos da arquitetura eclética. Encontra-se nas fachadas traços do clássico, barroco, neoclássico, romântico e gótico. A intervenção no Bairro do Recife, que é um sítio histórico, inclui o tratamento das calçadas. Por meio de fotografias, o desenho original das pedras portuguesas está sendo reconstituído. As praças começam a ganhar novos jardins e iluminação, o que faz do Bairro do Recife um local ideal para passeios. Se você tiver oportunidade vá conhecer Recife, a cidade é bem moderna e muito bonita.

20 de ago de 2010

TEMPO....

Quase um mes sem dar noticias.... Me desculpem leitores, mas o tempo anda muito rapido, quando voce percebe dias já se passaram. Nesse quase um mes recebi a visita de grandes amigos que fizemos em Osvaldo Cruz, foram dias muito bons.... Logo de pois minha filha chegou de Sao Paulo para passar o fim de semana conosco, um grande fim de semana. Voltei com ela para São Paulo e coloquei seu apartamento em ordem....de já vim para Assis e no dia seguinte para Caldas Novas em Goias...ötimo passeio, longe viagem cansativa mas o fim de semana la foi muito bom....aconselho o passeio.

22 de jul de 2010

LIVROS

Outro dia, li um artigo num blog em que o autor escreve sobre quando ele começou a ler. E pensei comigo ...- quando comecei a ler???? Não tenho lembrança de quando tive meu primeiro livro, mas lembro perfeitamente de quando meu pai nos contava historias antes de dormir. A hora de dormir era a melhor parte do dia. Depois que eu e minhas irmãs deitávamos meu pai pegava o grosso livro de Monteiro Lobato – Reinações de Narizinho e lia para nós um capitulo, sempre esperávamos com euforia a noite do dia seguinte. Depois com o tempo passei a ler todos os livros de bolso do meu pai ...O Coiote, revistas, jornais e lista telefônica quando não achava mais nada. Aos domingos , íamos a casa de minha avó paterna e eu me enfurnava num quartinho cheio de gibis e só saia de lá quando me chamavam e olha lá... Não sei por que eu ficava implicada, quando minha filha na adolescência fazia a mesma coisa... Li também muitos livros proibidos para a minha idade e todos muito bem escondidos, achava com facilidade livros, acho que sentia o cheiro deles.

E VIVA OS LIVROS

Dei um tempo no blog....mas estou de volta. Depois de muito tempo voltei para a leitura, meu passatempo predileto desde que eu me entendo por gente. Comecei escutando historias....passei por Monteiro Lobato em Reinações de Narizinho e depois li todos os gibis do Tio Patinhas e companhia, também A turma da Monica. Li O Coiote e depois nem lembro mais....quantos e quantos... Lia sem parar ate de madrugada, não conseguia dormir tendo um livro com uma historia inacabada. Voltando de São Paulo para Maceió comprei dois livros no aeroporto e advinhem.....não consegui mais parar. Os dois li numa sentada, mas também já li mais dois que baixei da net.....mas nada se compara ao livro de papel,hoje como boa leitora que sou, sei que a internet pode ser ótima em muita coisa, mas o livro de papel vai continuar a ter leitores , muitos leitores ...aqueles que realmente amam a leitura e olha que são muitos.

4 de jul de 2010

MATANDO AS SAUDADES.....

Fiquei em Assis quase 15 dias, muito bom. Andei bastante cada hora numa casa, é muito bom ter uma família grande. Fiquei no Bruno e Monique, minha casa. Fomos ao sítio no fim de senama , não via a Jamaica e Sofhia desde o dia 1 de Janeiro, quando fomos para Maceió. Fiquei contente de vê-las felizes com todo o espaço que tem lá. Vim para São Paulo, passar o fim de semana com a Babi na Pousada, matar as saudades. Andamos muito a pé por aqui. Sábado, quase 11 horas tomamos café numa padaria da Teodoro Sampaio e depois fomos a pé ver o apartamento que ela esta alugando. Não conseguimos ver e descemos mais um pouco ate a feira da praça Benedito Calixto, rodamos um pouco e voltamos ao apartamento novamente, lugar dez e o apartamento também muito bom, apesar de ser antigo. Saímos de lá, voltamos para a pousada, demos uma pequena descansada e saímos novamente. Destino Center 3, na av. Paulista,fomos a PE também, muita subida e boa caminhada, voltamos de Metro já estava escuro pra passar por alguns lugares a pé. Passamos num supermercado e ainda tivemos coragem de depois do banho e pijama as 22 horas sair de novo pra comer uma massa na esquina. Hoje domingo acordamos tarde, novamente café da manha na padaria da esquina, metro para a Estação da Luz , destino .....Museu da Língua Portuguesa. Achei que fosse algo muito diferente ......tinha uma expectativa maior em relação a ele. De lá fomos andando ate o Mercado Modelo, almoçamos por lá. Na volta, uma pequena e grande subida para pegar o Metro São Bento, ladeira Porto Geral, quase fiquei no meio do caminho. Descemos na estação Clinicas e mais um pouco de caminhada......Minhas canelas estão doendo.... Dei uma dormidinha e saímos novamente , meia hora de caminhada rápida ate a igreja verbo da vida, para assistir o culto, desta vez voltamos de taxi. Amanha volto para Maceió, saudades do meu Bem.

2 de jul de 2010

FIM DA COPA

Tudo programado para o jogo do Brasil contra a Holanda. Bandeira do Brasil aberta na sala... Almoço programado.....feijoada. Mesa posta esperando o intervalo do jogo. Todos na sala...sentados nos sofás...cadeiras...almofadas e chão. Começa o jogo....torcida a postos... Primeiro gol Brasil....gritos...pulos...alegria. Começa o intervalo...todos felizes...esperançosos...ótimo almoço...todos esparramados. Recomeça o jogo...todos nervosos...Primeiro gol da Holanda....indignaçao...Segundo gol da Holanda...gritos...raiva...alguns saem da sala nervosos... Termina o jogo... silencio...tristeza...todos de cabeça baixa. Cada um pegando suas coisas...despedindo... A partir de agora as atençoes saem da Copa para voltar a politica....

28 de jun de 2010

EM ASSIS

Estou em Assis. Cheguei terça em Londrina as 8 da manha, sem frio mas com chuva. Viajei a noite toda, mesmo de avião cansei, não deu para dormir. Como é gostoso estar com a família. E o contraste de temperatura.....não esta frio mas tempo muito seco diferente de Maceió, que é sempre muito úmido....estou com os lábios machucados, a mão super seca....e o rosto então... Fim de semana, fomos ao sitio a Sofia e a Jamaica estão muito bem, enquanto eu estava sentada na área as duas ficavam deitadas ao meu lado, estava com muita saudade delas desde dezembro que não as via. Me conforta ver que as duas estão felizes lá no sitio. Semana que vem volto a Maceió.

14 de jun de 2010

FESTA JUNINA EM ALAGOAS

O governo do Estado e a prefeitura de Maceió reeditam este ano, a parceria de sucesso realizada no São João da capital em 2009. A festa, batizada com o nome de São João - Ói Nóis Aqui Travez, teve início neste sábado (12), na Praça Multieventos, na praia de Pajuçara e se estenderá até o próximo dia 29 de junho. O São João - Ói Nóis Aqui Travez acontecerá em diferentes pontos espalhados pela cidade. Até o dia 22, a festa acontece na Praça Multieventos, onde serão realizados os concursos de Coco de Roda e das tradicionais Quadrilhas Juninas, além de shows com Trios Pé de Serra locais. Já no dia 23 até o dia 29, a programação é realizada no bairro de Jaraguá e no Benedito Bentes, levando ao público as principais bandas de forró do cenário nacional. Na Praça Marcílio Dias, em Jaraguá, um palco alternativo será armado para apresentações de artista da terra, através de uma parceria com movimentos como Folguedos Populares, Baianas e Fandangos. A ornamentação dos ambientes homenageará artistas ligados à cultura nordestina, em especial, ao ilustre forrozeiro alagoano Mestre Zinho. Viégas fala sobre o fomento à cultura local durante as festividades. Ele considera fundamental a participação dos artistas da terra, dos mais variados ritmos e movimentos culturais, em meio aos artistas de destaque do cenário nacional. “Estamos trazendo as principais bandas de forró do Brasil, mas existe uma grande preocupação em valorizar os artistas da terra. Este ano apoiaremos também todos os arraiás espalhados pelo Estado, para incentivar a cultura local durante os festejos juninos”, ressalta o secretário. http://www2.alagoas24horas.com.br/conteudo/

FESTA JUNINA NO NORDESTE II

Três santos são efusiva e intensamente comemorados em junho, em todo o Brasil, desde o período colonial: Santo Antônio, São João e São Pedro. No nordeste brasileiro principalmente, estes santos são reverenciados e pode-se dizer que a importância destas festas, para as populações nortista e nordestina, ultrapassa a do Natal, principal festa cristã, e que elas são, historicamente, o evento festivo mais importante destas regiões, tanto cultural como politicamente. Atualmente comemora-se Santo Antônio do mesmo modo que se comemora São João e São Pedro embora as intenções das festas sejam diferentes. E apesar da religiosidade envolvida, a maior atração, que faz com que todos se reúnam (mesmo os não-católicos) para comemorar as festas juninas são, de fato, as fogueiras, batatas-doces assadas, canjica, quentão, milho verde assado, pipocas, quadrilhas, bumbas-meu-boi, simpatias, fogos de artifício, bombinhas e brincadeiras, enfim, toda a alegria que envolve estas festas. Talvez porque no Nordeste, ainda se mantêm rígidos padrões de comportamento, quebrados temporariamente durante as festas juninas quando, “salvo chuva e salvo engano, a satisfação é geral”. No nordeste brasileiro, a perspectiva das festas juninas transforma as cidades e o espírito das pessoas, que parecem sentir uma irresistível atração e afinidade pela festa. Muitos nordestinos que se encontram fora de seus estados costumam economizar dinheiro, comprar presentes e voltar com eles para sua cidade natal na época das festas juninas, a fim de comemorar os santos. No sudeste é comum que nordestinos abandonem seus empregos, faltem por toda uma quinzena, peçam licença ou ofereçam-se para trocar o período do Natal por alguns dias de folga em junho, ou ainda negociem suas férias para gozá-las no meio do ano e poderem estar presentes às festas juninas, em sua terra O “São João” (modo pelo qual se referem os nordestinos ao ciclo de festas do mês de junho), principalmente, adquire tal importância na vida social nordestina que não apenas é fonte de preocupação durante todo o ano (quando se poupa dinheiro a ser investido na participação na festa ou se organizam eventos a serem apresentados nela), como ainda move interesses políticos e econômicos que poucas vezes se imagina. Amaral, Rita. Festa à Brasileira: sentidos do festejar no país que "não é sério". Disponível em publicação eletronica na Internet, via WWW. URL: http://www.aguaforte.com/antropologia/festaabrasileira/festa.html Capturado em 14/06/2010

FESTAS JUNINAS NO NORDESTE

Junho, mes das festas juninas. Vou aproveitar o blog para contar para voce um pouco do que é a festa junina no nordeste. Maceio esta toda enfeitada, as ruas dos bairros sao lotadas de bandeirinhas, as lojas de rua e dos shoppings tambem estao com roupas tipicas, a decoracao etc.. Nos shoppings andam pelos corredores grupos cantando as musicas juninas e forros, muito interessante. Festas Juninas no Nordeste A festa de São João brasileira é típica da Região Nordeste. Por ser uma região árida, o Nordeste agradece anualmente a São João, mas também a São Pedro, pelas chuvas caídas nas lavouras. Em razão da época propícia para a colheita do milho, as comidas feitas de milho integram a tradição, como a canjica e a pamonha. Além de alegrar o povo da região, as festas representam um importante momento econômico, pois muitos turistas visitam cidades nordestinas para acompanhar os festejos. Hotéis, comércios e clubes aumentam os lucros e geram empregos nestas cidades. Embora a maioria dos visitantes seja de brasileiros, é cada vez mais comum encontrarmos turistas europeus, asiáticos e norte-americanos que chegam ao Brasil para acompanhar de perto estas festas. O local onde ocorre a maioria dos festejos juninos é chamado de arraial, um largo espaço ao ar livre cercado ou não e onde barracas são erguidas unicamente para o evento, ou um galpão já existente com dependências já construídas e adaptadas para a festa. Geralmente o arraial é decorado com bandeirinhas de papel colorido, balões e palha de coqueiro. Nos arraiás acontecem as quadrilhas, os forrós, leilões, bingos e os casamentos caipiras. Atualmente, os festejos ocorridos em cidades pólos do Norte e Nordeste dão impulso à economia local. Citem-se, como exemplo, Caruaru em Pernambuco; Campina Grande na Paraíba; Mossoró no Rio Grande do Norte; Maceió em Alagoas; Aracaju em Sergipe; Juazeiro do Norte no Ceará; e Cametá no Pará. Além disso, também existem nas pequenas cidades, festas mais tradicionais como Cruz das Almas, Ibicuí, Jequié e Euclides da Cunha na Bahia. As duas primeiras cidades disputam o título de Maior São João do Mundo, embora Caruaru esteja consolidada no Guinness Book, categoria festa country (regional) ao ar livre. ( Fonte: Wikipédia)

9 de jun de 2010

CANSEIRA....

Fico sozinha todos os dias, só tenho companhia à noite, mas nunca me sinto só. Esta semana estou literalmente sozinha......numa cidade que não é a minha, num apartamento que não é meu, com moveis que não são meus....com os mais próximos de mim a 2000 mil km de distância. Aí pra compensar, aproveitei e fiz quase tudo que estava protelando.......aquelas coisinhas chatas......colocar em dia as finanças.....desde o começo do ano.......item por item, inclusive bancário......coisa que quase não consome tempo. Pintar ....desde que cheguei aqui não abri a caixa de tintas.....escrever – comecei- coisa que a anos estou protelando ......e meus filhos cobrando..... Faxina em armários, geladeira......colocar documentação em dia.....Ler...... Ë claro que não deixei de fazer o principal......Culto, Rhema e Orar. Querem mais? Ainda bem que a minha cara metade chega amanha a noite........já estou cansada.....

3 de jun de 2010

ESTOU DE VOLTA

Depois de algum tempo, estou eu de volta.... Minhas visitas foram embora e minha rotina recomeçou. Foi muito bom, curti bastante e já estou esperando novas visitas. Estamos no final de outono e as chuvas estão começando, dizem que o inverno aqui não é frio, mas chuva e dizem também que este ano promete mais chuva que o normal. Não sei, mas hoje amanheceu chovendo e um vento mais fresco. Choveu praticamente o dia todo e deu uma amenizada no calor. Vi a previsão do tempo para esta semana e a mínima será de 17 graus, muito frio para as pessoas daqui, bom eu ...já estou acostumada e ate com saudade do friozinho ...... Ficarei esta semana sozinha, minha cara metade estará em São Paulo, num congresso e volta só na quinta. Vou aproveitar para escrever e pintar.... coisas que estou protelando.....quem nunca se sentiu sem inspiração diante de uma folha de papel ou tela em branco....

13 de mai de 2010

FRANCES E MARECHAL DEODORO

Ontem o tempo estava bem fechado de manhã, esperamos a chuva passar e fomos ao mercado de artesanato no centro, ao lado do mercado de produção. As meninas amaram, íamos entrar também no mercado, mas o sol apareceu, como estávamos com roupa de banho, fomos a Praia do Frances. Muito bom. Pouca gente, o mar uma delicia, limpo com água transparente e com muitas ondas e marolas. Almoçamos lá mesmo, lagosta, a Primavera amou e comeu muito mais que eu e dona Ceci, isso porque ela esta fazendo Vigilantes do Peso. Saindo de lá fomos para a cidade de Marechal Deodoro, estava muito calor, tiramos fotos mas andamos pouco a pé, já estávamos cansadas. A noite eu e o Pedro fomos ao curso no Farol e deixamos as duas no shopping – não compraram nada- acharam tudo muito caro. Hoje levantamos hoje com chuva, mas muito calor. Tipo aquele dia que a chuva vai e vem, mormaço e calor, mas que não dá praia. Resolvemos ir ao Pontal da Barra, bairro na saída da cidade, com lojinhas de rendeiras. Andamos bastante, cansamos e de compras praticamente nada, tudo muito mais caro que na feirinha da Pajuçara e no mercado do artesanato.Saímos de lá com garoa, ao meio dia e voltamos para a cidade, procurar um lugar para almoçar. Agora a Primavera foi fazer massagem aqui perto e a dona Ceci esta dormindo no sofá. Planos para amanhã?..... Se não chover praia aqui mesmo.

12 de mai de 2010

Dona Ceci e Vera

Segunda feira, saímos do Rhema e fomos ao aeroporto buscar dona Ceci e Vera. O avião chegou meia noite, chegamos em casa quase uma da manhã. Ontem, terça feira fomos a praia aqui mesmo na Pajuçara, tiramos uma soneca a tarde e a noitinha fomos na feira de artesanato e não compramos naaaaaada. Na volta paramos na Sucaria e comemos um lanche e suco natural, limão, abacaxi e gengibre, muito bom.